Novo Mini Cooper S chega ao Brasil na versão mais potente por R$ 239.990 (2024)

Continua após publicidade

Notícias

Cooper S chega em duas versões com motor 2.0 turbo e câmbio de dupla embreagem; versão elétrica estreia ainda em 2024

Por João Vitor Ferreira 3 jul 2024, 12h00

Novo Mini Cooper S chega ao Brasil na versão mais potente por R$ 239.990 (1)

Continua após publicidade

A nova geração do Mini Cooper S já está à venda no Brasil. Apresentado no começo do ano, ele estreia primeiro na carroceria hatch de três portas e com motor a combustão. Posteriormente, chegará também na versão elétrica.

  • Relacionadas
  • Carros elétricosMini Countryman cresce, vira elétrico e chega ao Brasil por R$ 294.990
  • NotíciasNovo Mini Cooper de cinco portas estreia apenas com motores a gasolina
  • Carros elétricosAlpine A290 GT é um Renault 5 esportivo de 220 cv para bater Mini Cooper

O design do Mini Cooper é novo, mas é uma nova interpretação de um visual bem conhecido. Entre as novidades, estão os novos faróis arredondados de LED matricial adaptativos, com ajuste automático para curvas e alcance. O mais interessante são os DLRs, também de LED, que podem assumir três desenhos diferentes, assim como as luzes traseiras.

O motor escolhido é o 2.0 turbo de 204 cv e 30,59 kgfm, o mais potente disponível no mercado europeu. Está acoplado a um câmbio automático de dupla embreagem e sete marchas, podendo levar o Cooper S de 0 a 100 km/h em 6,6 s e chegar até os 230 km/h de velocidade máxima.

Por dentro, há mais novidades estéticas. Os designers da Mini optaram pelo visual mais limpo, uma filosofia que foi batizada de “simplicidade carismática”. Com isso, o número de botões diminui drasticamente, sobrando até para o quadro de instrumentos, que também foi removido.

Continua após a publicidade

Assine as newsletters QUATRO RODAS e fique bem informado sobre o universo automotivo com o que você mais gosta e precisa saber. Inscreva-se aqui para receber a nossa newsletter

Cadastro efetuado com sucesso!

Você receberá nossa newsletter todas as quintas-feiras pela manhã.

Logo, o grande destaque vai para a tela central circular OLED com 24 cm de diâmetro que, além das informações básicas do veículo, também serve de central multimídia. Um head-up display projeta as informações mais importantes no campo de visão do motorista.

Também cabe ao motorista decidir o que será reproduzido no display, podendo escolher entre os diferentes modos oferecidos pelo sistema. Há até a possibilidade de colocar um plano de fundo de sua escolha com o modo Pessoal.

Outro fator que determina o que será mostrado na tela são os modos de condução. Além de mudar o layout da central, eles alteram as configurações de som do escape, ajuste do veículo, acelerador e DSC. No Core Mode, o carro foca no conforto, enquanto no Green Mode ele fica mais voltado para a economia de combustível. Por fim há o Go-Kart Mode, onde todos os parâmetros focam na esportividade.

O Cooper S também ganhou o assistente virtual da montadora, que já havia estreado no Brasil com o Countryman. Representado por um cachorrinho, basta o usuário dizer “Olá Mini” e pedir para o computador realizar alguma função do veículo, como fechar os vidros, por exemplo.

Novo Mini Cooper S chega ao Brasil na versão mais potente por R$ 239.990 (7)

Para completar o pacote tecnológico, o Cooper vem equipado com uma série de assistentes à condução. A versão de entrada, Exclusive, recebe o conjunto mais básico composto pelo Drive e Park Assistant, compostos por assistente de manutenção de faixa com sensor de ponto cego, alerta de tráfego cruzado, frenagem autônoma de emergência, sensores de estacionamento dianteiros, traseiros e laterais, assistente de reversão e câmera de rá.

Continua após a publicidade

Já na versão Top, os pacotes “plus” ganham o acréscimo de controle de cruzeiro adaptativo com Pare e Siga para congestionamentos, controle de velocidade até 180 km/h, assistente de permanência em faixa, câmera de 360º, gravador de roubo remoto e gravador de unidade.

Novo Mini Cooper S chega ao Brasil na versão mais potente por R$ 239.990 (8)

De fábrica, o Cooper S traz itens como teto solar panorâmico, carregador sem fio, ar-condicionado de duas zonas e sistema de navegação integrado. Já na versão Plus há o acréscimo de assentos esportivos JCW, head-up display com navegação por realidade aumentada, bancos dianteiros com ajustes elétricos, sistema de som Harman Kardon, câmera interior e novos revestimentos para a cabine. Nos dois casos as rodas de 17 polegadas, mudando apenas o visual.

Novo Mini Cooper S chega ao Brasil na versão mais potente por R$ 239.990 (9)

O Cooper S se junta ao Countryman, também reestilizado, para compor a nova geração de carros da Mini no Brasil. A versão Exclusive chega custando a partir de R$ 239.990, enquanto a Top parte dos R$ 269.990. A versão elétrica também foi confirmada para esse ano, mas ainda não tem data de estreia.

Publicidade


Quatro Rodas no YouTube

Jeep Compass 2025 com 2.0 TURBO da Rampage ANDA MUITO e está MAIS BARATO

Novo Mini Cooper S chega ao Brasil na versão mais potente por R$ 239.990 (10)

O novo Jeep Compass 2025 estreia não apenas com versões bem mais potentes, mas com descontos generosos ao longo da linha. Duas novas versões ganham o motor 2.0 turbo a gasolina Hurricane, que estreou na Rampage. São 272 cv e 40,8 kgfm! Confira!

  • Mais lidas
1EspecialSinalização do sistema Set-Stop indica quando o motorista quer estacionar
2NotíciasVW Nivus Sense tem preço de Polo e já pode ser comprado por qualquer um
3TestesJeep Compass 2.0 Hurricane é insano como esportivo e gasta menos que 1.3T
4ClássicosFiat 147: como foi criado e como anda o primeiro carro a álcool do mundo
5NotíciasBYD Song L é mais um SUV híbrido plug-in, mas com motor de nova geração
  • lançamento
  • MINI Cooper S
  • nova geração

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

ACESSO LIVRE COM VIVO FIBRA

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

ASSISTA UM ANÚNCIO E LEIA GRÁTIS! CLIQUE AQUI.

ou assine uma de nossas ofertas:

MELHOR
OFERTA

Novo Mini Cooper S chega ao Brasil na versão mais potente por R$ 239.990 (16)

Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou

Novo Mini Cooper S chega ao Brasil na versão mais potente por R$ 239.990 (17)

Impressa + Digital

Receba Quatro Rodas impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.

Novo Mini Cooper S chega ao Brasil na versão mais potente por R$ 239.990 (2024)

FAQs

Does Mini Cooper have engine problems? ›

Customers often ask us, “Do MINIs have engine problems?” Just like any vehicle, a Mini Cooper can have some issues. Some models, including those produced between 2006 and 2012 tend to have lower predicted reliability scores. In particular, we often hear about 2010 Mini Cooper S engine problems.

Why do MINI Coopers have a bad reputation? ›

MINI Coopers are, for the most part, reliable vehicles. However, they do suffer from a high frequency of costly repairs, primarily due to the heritage of the powerplant nestled beneath the bug-eyed hood.

Why is my Mini Cooper not working? ›

When it comes to troubleshooting why your Mini Cooper won't start, one of the most common culprits is battery and electrical problems. Your vehicle's electrical system plays a vital role in powering various components, including the starter motor and ignition system.

What Mini Cooper is fast? ›

While the John Cooper Works GP holds the title of the fastest MINI Cooper, other models also deserve mention for their performance capabilities: MINI Cooper Hardtop John Cooper Works: Offering a balance of speed and agility, this model is perfect for those who seek a thrilling drive in a more traditional format.

What is the biggest issue with a Mini Cooper? ›

Overflow tanks are possibly the #1 thing to fail on the W11 (Cooper S engine). The seam between the top and bottom leaks and you lose pressure in the coolant system and overheat if you don't catch it. A good upgrade would be the Canton Aluminum tank.

Which MINI engine to avoid? ›

The 1st generation (R50/R53) Mini Cooper is known for premature clutch wear and failure. This typically occurs between 40,000-60,000 miles on vehicles built from 2001-2006. The root cause is due to an under-designed single-mass flywheel and weak factory clutch that cannot handle the torque of the supercharged engines.

Are MINIs expensive to repair? ›

Yes, Mini Coopers are expensive to maintain. However, there are ways to mitigate the inflated ownership cost. Mini Coopers are premium cars. That's relatively rare in the subcompact car class, which means their maintenance and service fees might seem excessive compared to the market.

At what mileage do MINI Coopers have problems? ›

While the lifespan of a Mini Cooper varies depending on a number of factors, you can generally expect to get to around 100,000 miles before parts start nearing the end of their effective lifespan and you begin risking a major component failure.

Are MINI Coopers a reliable car? ›

Over the years, MINI Cooper has earned favorable scores from J.D. Power's Consumer Ratings, which use a 100-Point Score system. Recent MINI Cooper model years have consistently earned overall scores between 82 to 85, with verified MINI owners rating the Quality and & Reliability as “Great.”

What are the warning signs on a Mini Cooper? ›

GREEN - Informs you of the functions that are switched on and do not currently require any further action. YELLOW - Action is required and you should have your MINI checked at one of our Service Centres. RED - There may be an urgent issue with the vehicle which needs immediate attention.

Why do Mini Coopers break down? ›

Mini Coopers tend to sit lower than most other car brands, making them prone to hitting a curb. Regular impacts on the plastic radiator supports are likely to sustain severe damage. More significant implications due to bigger bumps can also cause damage to the coolant hose, which is often expensive to repair.

Why is my Mini Cooper battery dying? ›

Climate and driving habits can effect the lifespan of a battery. It's a good idea to get your battery tested regularly, especially around the 3 year mark. A dying battery may not seem like an urgent issue but if you are noticing any of the above signs, get a replacement battery before it's too late.

Do mini coopers last a long time? ›

The MINI Cooper is the type of car that's designed to last a long time. A MINI Cooper that's well cared for can last anywhere between 75 thousand miles to 150 thousand miles. Depending on how much you drive the car, it can last a long time.

Is a Mini Cooper S fast? ›

The Cooper S has a max speed of 146mph and can get from 0 to 62mph in just 6.6. seconds.

What is the top of the line MINI Cooper? ›

The John Cooper Works, or JCW, is the top-of-the-line performance model of the MINI Cooper Hardtop, giving drivers an exhilarating driving experience and sporty styling both inside and out. This is also the most powerful MINI variant, with 228 horsepower from its turbocharged engine in stock form.

How long will a Mini Cooper engine last? ›

How Many Miles Will a Mini Cooper Engine Last? The Mini Cooper engine will last about 100,000 miles if you maintain it well. However, the engine will last much longer than without any unwanted signs. A maintained Mini Cooper engine would last for about 200,000 and 250,000 miles.

At what mileage do Mini Coopers start having problems? ›

While the lifespan of a Mini Cooper varies depending on a number of factors, you can generally expect to get to around 100,000 miles before parts start nearing the end of their effective lifespan and you begin risking a major component failure.

Are Mini Coopers reliable vehicles? ›

Over the years, MINI Cooper has earned favorable scores from J.D. Power's Consumer Ratings, which use a 100-Point Score system. Recent MINI Cooper model years have consistently earned overall scores between 82 to 85, with verified MINI owners rating the Quality and & Reliability as “Great.”

Is Mini Cooper a high maintenance car? ›

Are Mini Coopers expensive to maintain? Mini Coopers may not seem like it, but they're relatively expensive to maintain for their market class. The industry average for annual maintenance on a subcompact car is $456 per year, but for a Mini, it's nearly $850. Yes, Mini Coopers are expensive to maintain.

Top Articles
Latest Posts
Article information

Author: Catherine Tremblay

Last Updated:

Views: 6675

Rating: 4.7 / 5 (67 voted)

Reviews: 82% of readers found this page helpful

Author information

Name: Catherine Tremblay

Birthday: 1999-09-23

Address: Suite 461 73643 Sherril Loaf, Dickinsonland, AZ 47941-2379

Phone: +2678139151039

Job: International Administration Supervisor

Hobby: Dowsing, Snowboarding, Rowing, Beekeeping, Calligraphy, Shooting, Air sports

Introduction: My name is Catherine Tremblay, I am a precious, perfect, tasty, enthusiastic, inexpensive, vast, kind person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.